Não entendi mas gostei demais

Sabe quando alguém te conta uma história, e mesmo você não entendendo, fica horas remoendo na cabeça e não consegue esquecer? Pois bem, apresento-lhes um anime que vai fritar seu cérebro e te deixar por várias horas pensando.

Conheçam Umineko no naku Koro ni


 

A história do anime ocorre em 1986, durante o período de 04 de outubro e 05 de outubro em uma ilha pequena e isolada nomeada Rokkenjima que fica 10 km ao redor da propriedade pertencente a Kinzo, o chefe da família Ushiromiya. Estando próximo da morte, oito membros de sua família chegam à ilha para a conferência anual da família, onde os adultos pretendem discutir como os bens de Kinzo seriam divididos uma vez que ele estivesse morto. Na ilha vivem três membros da família, cinco empregados, e um médico pessoal. Após os oito membros da família chegarem, um tufão os prende na ilha, e pouco depois, coisas estranhas começam a acontecer e as pessoas começam a morrer. O personagem principal da história é Battler Ushiromiya, filho do segundo filho de Kinzo,Rudolf. Uma vez na ilha, Battler torna-se familiarizado com a lenda da Bruxa Dourada Beatrice que supostamente vive na floresta densa de Rokkenjima. Um retrato dela situa-se no hall de entrada da mansão da família Ushiromiya, e um epitáfio intrigante está escrito abaixo do retrato. Um boato diz que Beatrice deu dez toneladas de ouro para Kinzo no passado para reerguer a família Ushiromiya depois de ter sido mutilada em 1923 no grande terremoto de Kanto. Diz-se que quem resolve o enigma do epitáfio da bruxa vai receber o ouro e ser o sucessor da família Ushiromiya. Uma vez que o tufão chega, um medonho jogo começa, a partir do assassinato de seis pessoas na ilha. Se o epitáfio da bruxa não for resolvido, as pessoas continuarão a morrer em mortes misteriosas, seguindo o próprio epitáfio, até a bruxa Beatrice finalmente reviver. Battler, que não acredita em bruxas ou magia, e assim,  a “porta para a terra de ouro “(como estipulado no epitáfio) não pode ser aberta. Beatrice prende Battler em uma dimensão paralela, o Purgatório, de onde é capaz de controlar os eventos em Rokkenjima. Deste ponto em diante, Battler e Beatrice estão trancados em um jogo de lógica distorcida onde Battler deve tentar explicar todos os acontecimentos misteriosos em Rokkenjima do ponto de vista racional, enquanto Beatrice tenta explicar tudo do ponto de vista místico. Um dos temas recorrentes é o uso do mistério da sala trancada, e vários argumentos lógicos são apresentadas para explicar os mistérios. Incluindo a prova do diabo, o paradoxo do corvo, e o gato de Schrödinger. Se Beatrice fizer Battler se render e reconhecer a existência de bruxas e magia, ela vence e revive, caso contrário, será destruída e tudo segue normalmente, como se nada houvesse ocorrido.

Do meu ponto de vista o anime é muito bem feito e intrigante, confesso que por vária vezes tentei resolver os enigmas e cheguei a conclusão de que se eu fosse o Battler….(Bem, sabe como é, enfim…) A música do anime ao mesmo tempo é maravilhosa e arrepiante, os personagens são super bem desenhados e inevitavelmente você irá se admirar com Beatrice e sua “encantadora risada”. E como todo bom provocador, é lógico que eu não iria terminar o post sem deixar para vocês a abertura do anime, só pra sentirem o gostinho do que aguarda os futuros detetives, espero que assistam e curtam bastante ok?

Abraços e até a próxima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s